Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um quarto para duas

Um blog, duas raparigas, um amor.

Um quarto para duas

Um blog, duas raparigas, um amor.

28
Abr11

Para o futuro

ana
Hoje o dia foi só nosso. Uma manhã de namoro e muita lamechice, um almoço a duas e depois compras, muitas compras.
E não, não fiquem já a pensar que fomos comprar trapos, futilidades, coisas de que não precisamos. Nada disso. Metemos na cabeça que devíamos começar a pensar no futuro, ou seja, que está na altura de começar a juntar umas coisinhas que nos possam vir a dar jeito, para quando tivermos a nossa casa.
As nossas primeiras aquisições foram utensílios de cozinha.
Foi divertido escolher essas pequenas coisas que nos irão ser necessárias, num futuro que não sabemos quando chegará e para uma casa que não sabemos como e onde será.
Não sei como será a nossa vida daqui a uns anos ou daqui a uns meses, mas tenho a certeza que é contigo que a quero viver.
Podem chamar-nos loucas, podem dizer que estamos a por a "carroça à frente dos bois", podem até dizer que não devemos fazer planos a tão longo prazo. Mas hoje, presente, fomos felizes a planear o futuro. Hoje provámos uma à outra que queremos continuar juntas, que acreditamos na nossa relação e no nosso amor.
E, um dia [que eu acredito que irá existir], vou olhar para aquela colher de pau e lembrar-me deste dia. O dia em que o nosso futuro nos pareceu tão certo.
27
Abr11

Vontade de ficar

ana
Ai que as minhas ferias já estão quase a acabar! Não me apetece nada voltar à confusão da cidade e ficar longe da minha menina outra vez.
E os nossos dias têm sido óptimos. Estamos as duas de férias, a por os beijinhos em dia, a namorar muito e a dar bons passeios ao ar livre.
Não quero que esta semana chegue ao fim. Quero ficar contigo a Rita sempre e para sempre.
26
Abr11

Selos

ana
As meninas do blogue Amor à Primeira Tecla enviaram, aqui para o quarto, estes dois selinhos. Obrigada meninas.








O desafio para quem receber é:


1. Publicar os Selinhos 
2. Num breve texto, escrever o que é a Felicidade para ti
3. Colocar o link do blog que te repassou o selo

4.Repassar para aqueles blogs que de alguma maneira te passam felicidade ou, se não te passam isso, que tal dar um empurrãozinho?

Quanto ao texto sobre a felicidade, decidimos deixar-vos um poema do grande Fernando Pessoa.

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver
Apesar de todos os desafios,
Incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas
E se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si,
Mas ser capaz de encontrar um oásis
No recôndito da sua alma.

É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um “não”.
É ter segurança para receber uma crítica,
Mesmo que injusta.

Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou
Construir um castelo ...

E nós passamos os selinhos para tod@s os que aqui passarem, porque a felicidade deve ser distribuída por toda a gente.



26
Abr11

Love

ana
Cada vez mais tenho a certeza de que és a mulher certa para mim. Completas-me a cada segundo, preenches-me a cada momento e tornas-me sempre uma pessoa melhor.
Foi um dia bom, o nosso.

Amo-te muito
26
Abr11

...

ana
Beijo-te os lábios sem demora, que o tempo, merecido, passa a correr. Ardo por dentro e sem perder tempo junto nossos corpos. E as mãos entrelaçadas, que acabam separadas, percorrem-nos docemente, num abraço que se dissolve numa entrega plena. E no ouvido um suspiro, depois de um toque sentido no peito macio. E logo as mão se perdem de novo, no corpo suado, procurando com os dedos cada recanto nosso. Somos um ser encaixado, que num movimento constante, por vezes descontrolado, se entrega ao prazer. Gemidos, músculos comprimidos e espasmos repetidos até à exaustão. E um suspiro, por fim. Um descanso merecido, outro beijo sentido e um amo-te eterno.
25
Abr11

Internet Explorer estás fora da minha vida

ana
A semana passada a Rita eliminou o Internet Explorer do meu pc. Primeiro não fiquei muito contente com a situação, por muito que ela me dissesse que o Google Chrome é que está a dar, que é muito melhor e bla bla bla, eu não acreditava. Estava habituada ao IE ou ao Mozzila, e ter mais ferramentas e menus e opções e essas coisas todas não me interessava nada. Alias eu tinha, e continuo a ter, apenas três simples requisitos: Que a porcaria do programa funcione, que dê para ir a net e que dê para apagar o histórico e limpar o rasto deixado pelas palavras lésbicas e blog. De resto não quero saber de mais nada.
A verdade é que já tenho o Google Chrome há uma semana e até estou a gostar. Aquilo, que inicialmente me parecia complicado, é agora muito simples, não voltei a ter problemas ao entrar no blogger e a navegação tornou-se bastante mais fácil, pois os sites que mais visito ficam logo visíveis, em pequenos separadores, quando abro a aplicação.
Para além disso já andei aqui a mudar o aspecto disto. Agora tenho um fundo com umas flores, bem à menina, tal como eu gosto. Cinco estrelas, é o que tenho a dizer.

Pág. 1/6