Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um quarto para duas

Um blog, duas raparigas, um amor.

Um quarto para duas

Um blog, duas raparigas, um amor.

27
Mai14

...

ana
Tenho andado ausente, eu sei. Falta-me um pouco a vontade de vir aqui, contar-vos os meus desaires e as minhas conquistas. Tudo continua na mesma. O que sempre esteve bem, continua bem. O que sempre me incomodou, continua a incomodar.
Estou em fase de contagem decrescente e, muito provavelmente, é cedo para o fazer. Ainda tenho dois meses pela frente, uma eternidade, é nestas alturas que o tempo começa a enrolar, mas, se pensar bem, já se passaram quatro, o que falta já é não é assim tanto e o que preciso é pensar positivo.
Depois de tantas visitas chegou a mais importante, a que mais esperava. A Rita esteve comigo uma semana. E tudo foi melhor do que podia imaginar. Sem planos, apenas a aproveitar o tempo para nós, para nos mimarmos, para voltarmos a fazer projectos, a sonhar e a acreditar que tudo é possível. Barcelona ganhou outra luz, outro encanto.
E depois a Rita foi embora.
E eu estou aqui. Completamente perdida, de ressaca, apática, sem encontrar um sentido em tudo isto. Barcelona voltou a ficar cinzenta.
18
Mai14

Dias de tudo e mais alguma coisa!

ana
Passou-me completamente o dia mundial contra a homofobia. Talvez tenha sido porque aqui é tão natural ser gay, como ser louro. Ninguém quer saber da tua orientação sexual para nada, se beijas a tua namorada na rua, se és homem e te vestes de mulher, ou se uma criança tem dois pais, em vez de um pai e uma mãe. Barcelona é completamente gay friendly e isso é das coisas que mais gosto aqui.

Ontem foi o dia internacional dos museus e, como não podia deixar de ser, aproveitei o melhor que pude as actividades da "noite dos museus". Museus abertos até à uma da manhã, grátis, que mais se pode pedir? É óbvio que tudo o que é de Gaudi tinha filas que davam a volta ao quarteirão (literalmente) e que os museus mais caros estavam a abarrotar. Visitei a Fundação Suñol, a Fundação Antoni Tàpies e o Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona. Não me apeteceu perder horas numa fila para visitar a La Pedrera, lamento.

E para terminar, hoje é o World Baking Day. É dia de fazer bolos. Eu não posso entrar no "espírito", que aqui não tenho formas, nem batedeiras, nem as coisas necessárias para me aventurar na pastelaria mas, quem tiver tempo e vontade, pode ir já fechar-se na cozinha. Depois partilhem o resultado e enviem uma fatia para mim.
16
Mai14

Na cozinha. (Não se entusiasmem que não tem fotos, nem receitas, nem nada de importante.)

ana

Sabem, até tenho cozinhado muito. E, não querendo ser convencida, até tenho cozinhado coisas muito boas. Não tenho é fotografias para vos mostrar.
Fiz um chili para um jantar mexicano, que estava mesmo muito bom. E fiz o meu bacalhau com natas especial. Um dia deixo a receita.
E pronto, também cozinho hamburguers e bifes de frango, que isto de cozinhar todos os dias também cansa e por vezes falta-me a imaginação.
Se fizer mais algum prato digno de registo, prometo tentar não me esquecer de fotografar e botar aqui no blog.
Ah, e quando tiver com mais tempo lanço aqui a discussão dos sumos detox, aqueles verdes, que fazem milagres. Serei a única a achar que se é para comer legumes triturados um prato de sopa serve perfeitamente?
As coisas que me passam pela cabeça. Enfim.

11
Mai14

...

ana
Tenho mais uma visita. Desta vez, o meu primo, que veio para um congresso. Felizmente não tive de voltar a fazer de guia turística, ele desenrascou-se sozinho e viu tudo o que quis enquanto eu estava a trabalhar. Mesmo assim o tempo parece não chegar para tudo, parece não chegar para mim. Preciso de tempo para mim, para descansar, para organizar as minhas coisas, para dar atenção à Rita, para relaxar um bocadinho.
Gosto de ter visitas, mas a verdade é que elas exigem de nós um esforço extra, e isso, para quem trabalha todos os dias às 8 da manhã, é algo que facilmente leva à exaustão.
Ontem fui à praia, estava bom, mas nesta terra faz sempre uma ventania enorme, o que não é lá muito agradável para a prática balnear. A água estava fria, nada comparado com as águas gélidas da Nazaré, por exemplo (também não é preciso muito!), mas tenho esperança que melhore.
E tem sido isto. Pouco tempo para o blog, pouca coisa interessante para partilhar.
Para a semana, mais uma visita. A mais importante! ´

Boa semana!
05
Mai14

...

ana
Vi a lista que a FHM lançou com as mulheres mais sexy de 2014 e acho que os homens* de hoje em dia não percebem nada de mulheres. A Jennifer Lawrence em primeiro? Está bem que a rapariga não é feia, muito pelo contrário, mas daí a ser a mais sexy... bem, não concordo muito. Gostos não se discutem, mas acho que anda por ai muita gente com problemas de visão.

*(isto partindo do principio que foi um homem, ou mais, a fazer a lista, o que me parece lógico).