Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Um quarto para duas

Um blog, duas raparigas, um amor.

Um quarto para duas

Um blog, duas raparigas, um amor.

27
Abr15

...

ana

Migas, água micelar e tónico não são a mesma coisa! 

Servem para coisas diferentes, tem objectivos e propriedades diferentes. 

É muito triste ver-vos (youtubers e bloggers de moda e beleza) dizer que a água micelar serve como tónico. É mentira, lindas. 

Aliás, quando removem a maquilhagem do rosto com água micelar, devem depois passar o rosto por água (e algo mais se quiserem), é que há por aí algumas que têm "sabão/agentes de limpeza" na composição e é chato ficar com isso na cara, quando o objectivo é deixa-la limpa e purificada. 

Já que escrevem/falam para montes de seguidores, tentem informar-se um bocadinho melhor. Eu sei, eu sei, é chato a Bioderma vos dar uns frasquinhos da coisa e vocês não dizerem só coisas boas e extraordinárias, mas é uma questão de seriedade e honestidade. 

Cada vez acredito menos em vocês. Percebem tanto de maquilhagem/cosmética como eu de lagares de azeite. 

 

[Se querem uma água micelar, na minha opinião, a da La Roche Posay é das melhores. A da Vichy, para peles oleosas, é péssima. A da Bioderma, nem percebo o porquê de tanto alarido.]

 

[Não, eu também não sou dermatologista, nem tenho nenhum curso em cosmetologia, mas gosto de me informar sobre o tema e fugir um bocadinho das opiniões da carneiradas no que toca a este assunto. Vou aprendendo umas coisas.]

 

 

26
Abr15

Coisas minhas, constatações, dúvidas e tal

ana

Tenho uma certa implicância com esta moda dos coachers da felicidade. Chateia-me. Cansa-me. Acho uma fraude. 

Esta mania da perfeição, do encarar tudo com um sorriso, de ter sempre os braços elevados ao céu como forma de gratidão. Que chatice. Que canseira.

Deixem uma pessoa falhar. Não é crime nenhum. Deixem uma pessoa lamentar-se da vida. Ou vão-me dizer que os dias são sempre perfeitos? Deixem uma pessoa ter dias em que odeia o que faz, que não consegue ser a mãe/pai paciente e dedicada/o, que deixa o jantar queimar, que perdeu as chaves do carro ou o passe do metro. 

Deixem as pessoas serem humanos e não robôs perfeitos, com vidas e filhos perfeitos, com uma agenda brilhantemente organizada, com o tempo gerido a cada segundo, sem falhas. 

Deixem uma pessoa respirar. Desistir. Errar. Ter medo. Não ter coragem. 

Nem sempre temos de retirar dos nossos erros coisas positivas. Nem sempre a vida é justa. Nem sempre recebemos aquilo que merecemos. 

Isso são só tretas. Quanta gente deu tudo de si e nunca viu retorno?

A vida também é luto. Dias cinzentos. Guerras internas. Dúvidas. Caos. 

É tão humano chorar, como sorrir. É tão necessária uma coisa, como outra. 

Parem de vender essa "banha de cobra". Parem de nos fazer crer que todos os dias são dias de sol. Parem de nos tentar convencer que a felicidade está na organização, em ramos de flores e casas imaculadamente brancas, panquecas aos domingos e sermos gratos até pelo mal que nos calha na rifa.

Deixem-se disso! 

Não digo para vivermos num estado de nostalgia e depressão constante. Que se nutra a tristeza. Que não se procure o lado positivo e encantado da vida. Nada disso.

Mas a verdade é que permitirmos a nós proprios momentos de tristeza e descrença nos ajuda a ver, com mais clareza e gratidão, que a felicidade está mesmo em pequenas coisas e que cada qual a sente à sua maneira. 

Que a infelicidade nos ensine a viver a felicidade!

25
Abr15

No 25 de Abril...

ana

Parem para pensar e reflectir sobre a forma como vivem a liberdade.

É que no corrupio dos dias acabamos por perder a noção e até achamos que liberdade é poder insultar tudo e todos no facebook, nos blogs e nas restantes redes sociais. 

É muito chato desperdiçar uma coisa tão boa!

 

 

25
Abr15

Spoiler alert

ana

Sim sim, vou falar de Grey's anatomy. A esta hora já toda a gente sabe, no entanto, se não sabem e não querem saber, não continuem. 

 

O Derek vai desta para melhor. Fina-se. Ata as botas. Vai dar de comer às minhocas. Puff, foi-se! Ou vai-se, que em Portugal o episodio só passa daqui a duas semanas (eu já vi online).

Onze temporadas para isto! Onze temporadas de casa e descasa. De promoções e despromoções. Sobrevive a tudo, acidentes de avião, tiroteios no hospital, bombas, doenças infecto-contagiosas... Depois, matam o homem!

E o que me chateia é que foi assim uma coisa mesmo estupida. O episódio não teve um pingo de emoção, foi uma coisa qualquer meio forçada, sem lógica nenhuma.

Eu nem me sinto chocada por ele ter morrido. Eu sinto-me defraudada com a morte que lhe deram! Se é para morrer que seja com emoção, com lágrimas, com uma dor no peito e um nó na garganta.  

Foi muito nhé. Foi muito fraco. 

 

23
Abr15

ana

Há coisas que podem e devem melhorar. Por vezes, desesperamos. Sentimos sempre que há mais para fazer. Mas também sentimos que aquilo que temos e conquistámos é extraordinário. Queremos sempre mais. Existem alturas em que viramos tudo do avesso. E descobrimos que o avesso é que é o lado certo. Sorrimos com a facilidade com que as coisas fluem. Saboreamos a nossa cumplicidade.

A nossa relação pode não ser perfeita. Mas é-nos suficiente, feita por nós, à nossa medida. É o nosso "sapato da Cinderela", serve-nos na perfeição!

23
Abr15

Dias bons

ana

Finalmente, tivemos um tempinho para nós, para fazer exercício e para respirar ar puro. 

No dia-a-dia, esquece-mo-nos que estamos em pleno Parque Natural e vamos ignorando a beleza do sítio onde vivemos. 

Isto é realmente bonito. É bom parar um bocado e ver com olhos de ver, sentir, cheirar. 

Foi um dia bom. Um dia para recuperar energias e sermos gratas pelo amor que nos une!

IMG_20150423_142739.jpg

IMG_20150423_174530.jpg

IMG_20150423_191524.jpg

IMG_20150423_191338.jpg

 

Pág. 1/4